Centrais de atendimento

Brasília (61) 3442-8217
(61) 3711-4455
Goiânia (62) 3281-1888
(62) 99637-1888
Menu

Esconder a careca? Que nada: 20% dos que buscam implante preferem pôr barba

19 de janeiro | 16:36

Os fios que vão para o rosto podem ser remanejados de qualquer lugar do corpo. A cirurgia dura em média seis horas.

Está nos filmes, nas passarelas, nas novas tendências. Compõe o visual de um homem mais sério, moderno, atual e em algumas culturas é sinal de virilidade: a barba. Aqueles que desejam seguir o estilo, mas esbarram na dificuldade do crescimento dos pêlos ou não os têm naturalmente, buscam implantá-los. Em Brasília, dois a cada dez homens interessados em algum tipo de implante, optam por colocar barba.

O número de homens dispostos a fazer o procedimento em Brasília aumentou consideravelmente desde o início de 2014, segundo o cirurgião plástico Carlos Alberto Calixto, especialista em prótese capilar há mais de 30 anos. “É uma cirurgia que deve ser levada a sério. Vai além da vaidade, existe um lado cultural que deve ser respeitado”, esclarece Calixto.

Na capital federal, a faixa etária dos interessados é entre 23 e 65 anos. Os fios que vão para a barba podem ser remanejados de qualquer lugar do corpo. Calixto explica que o mais comum é remover da parte posterior do couro cabeludo. “Existem casos em que se retira do tórax, braços, pescoço, coxa e área pubiana. O mais importante é seguirmos a naturalidade da direção dos fios do rosto”, explica o cirurgião.

Procedimento
Após procurar o especialista em implante, o paciente faz os exames pré-operatórios e decide com o médico qual o modelo de barba vai aderir. Em seguida, o cirurgião define a melhor área doadora do interessado, com maior elasticidade e densidade dos fios.

Existem duas técnicas para fazer a retirada. A mais usada é a FUE (Follicular Unit Extraction), em que é extraído fio a fio. “O prazo entre a primeira consulta e a cirurgia é de apenas um mês. Alguns pacientes recebem alta do hospital no mesmo dia”, ressalta Calixto.

A cirurgia dura em média seis horas, com anestesia local e envolve uma equipe composta por 12 profissionais. O pós-operatório dura uma semana. Um dia depois do procedimento, o paciente pode voltar à rotina. O implante custa entre R$ 8 mil e R$ 16 mil.

A barba não pode ser feita nos próximos 15 dias após o procedimento. Além disso, três meses depois os fios implantados caem naturalmente, depois crescem aos poucos. “O grau maior de satisfação ocorre no nono mês depois do implante. É importante saber ainda que uma barba implantada jamais será como uma natural, mas o resultado é muito próximo”, reforça o especialista.

Curiosidade
Diferente da área do couro cabeludo, não é comum haver queda de fios na região da barba. Mas com o passar dos anos, os pêlos enfraquecem. Não é possível fazer a transferência de fios entre terceiros, com exceção de irmãos univitelinos – gêmeos idênticos.

 

Fonte: Correio Brasiliense

 

Clique aqui para ler a entrevista completa

TOP