Centrais de atendimento

Brasília (61) 3442-8217
(61) 3711-4455
Goiânia (62) 3281-1888
(62) 99637-1888
Menu

Saiba mais sobre a relação entre estresse e queda de cabelo e evite esse problema

12 de abril | 10:26

Os cabelos são símbolo de autoestima para homens e mulheres e por isso a queda dos fios costuma gerar preocupação. Embora algumas pessoas acreditem que o problema é uma questão genética, existe uma forte relação entre o estresse e a queda de cabelo, pois quando o cérebro é obrigado a ficar em constante alerta, libera substâncias que podem provocar perda capilar.

Hoje em dia, as pessoas levam uma vida muito agitada e estressante e isso tem impacto direto no cabelo. O mais importante é saber qual o tipo de queda que você está sofrendo e entender como ele pode ser minimizado.

Entre as situações possíveis, a queda de cabelos difusa é uma das que merece maior destaque por estar ligada ao fato do corpo ou a mente estarem debilitados pelo estresse. Isso ocorre porque a atividade da raiz do cabelo sofre uma perturbação que a faz cessar gradativamente, o que leva à interrupção do ciclo de crescimento do cabelo, além de causar a queda em todo o couro cabeludo.  

Como é impossível se desligar das obrigações e compromissos, o indicado é tratar as consequências para interromper a queda de cabelo induzida pelo estresse. Confira medidas que podem ajudar nesse processo:

DURMA O SUFICIENTE

A falta de sono, especialmente se persistir por um longo período de tempo, pode afetar sua alimentação, seu desempenho no trabalho e seu humor, o que, consequentemente, pode contribuir para o estresse físico e mental e levar à queda de cabelo. Para melhorar seu sono, acorde e vá para a cama na mesma hora todos os dias e faça coisas tranquilas, como ler um livro ou tomar um banho quente.

 

SIGA UMA ALIMENTAÇÃO SAUDÁVEL

Manter hábitos saudáveis de alimentação dá ao corpo mais energia, o que permite lidar melhor com o estresse. Além disso, a alimentação contribui para a resistência do cabelo, tornando-o menos susceptível a cair. Coma mais frutas e legumes, grãos integrais, proteínas magras e alimentos ricos em gorduras monoinsaturadas, tais como abacate, peixes, nozes e azeitonas. E aumente a ingestão de vitaminas e minerais que contribuem para o crescimento do cabelo e seu bem-estar geral, como vitaminas do complexo B, vitaminas A, C e E, zinco, selênio e magnésio.

 

MANTENHA UMA ROTINA DE EXERCÍCIOS

Se exercitar pode ser extremamente benéfico para ajudar a aliviar o estresse emocional, pois o corpo libera endorfinas que ajudam a deixar mais calmo e relaxado. Para aliviar o estresse, tente encontrar algo que gosta, seja corrida, remo, ciclismo, dança ou escalada.

 

Além de tratar a fonte do estresse, é importante adotar e manter hábitos que ajudem a promover a manutenção e o crescimento saudável dos cabelos.

 

COMA PROTEÍNA

O cabelo é composto principalmente de proteínas e por isso é essencial ter muita proteína na alimentação para o cabelo crescer saudável.

As melhores fontes de proteínas incluem peixes, aves, ovos, produtos lácteos, feijão e carne bovina, vitela, carne de porco e tofu.

 

AUMENTE A INGESTÃO DE VITAMINAS DO COMPLEXO B E DIMINUA O CONSUMO DE OUTRAS VITAMINAS

As vitaminas do complexo B são necessárias para o crescimento do cabelo, enquanto o excesso de vitamina A pode provocar a queda de cabelo. Para equilibrar essa relação, aumente a ingestão de vitaminas do complexo B, comendo mais peixe e carne magra, legumes ricos em amido e frutas não cítricas, e diminua o consumo de vitamina A em suplementos ou medicamentos.

 

EVITE DIETAS DE BAIXA CALORIA

As dietas de baixa caloria podem privar o corpo de muitas vitaminas, nutrientes e gorduras saudáveis essenciais para seu funcionamento, além de causar grande estresse físico ao corpo pela rápida perda de peso, o que impacta no crescimento saudável do cabelo.

O recomendado é perder peso de forma lenta e progressiva, fazendo escolhas mais saudáveis e se exercitando regularmente.

 

CUIDE E HIDRATE SEU CABELO

Cuidar bem do cabelo torna-o mais forte e menos propenso a cair. Para isso, use xampu e condicionador adequados ao seu tipo de cabelo - o cabelo seco exige produtos mais hidratantes, enquanto o cabelo oleoso exige produtos mais leves desenvolvidos para uso regular.

Evite usar produtos de cabelo que contenham sulfatos ou parabenos e não lave o cabelo todos os dias, pois isso pode tirar os óleos naturais dos fios, fazendo com que ele fique seco e propenso a quebrar. Além disso, hidrate seu cabelo regularmente com óleos, como coco, argan e amêndoa, que podem tornar seu cabelo mais macio e sedoso.

 

CUIDADOS GERAIS COM SEU CABELO

Minimize o uso de ferramentas como secador, chapinha e babyliss e deixe o cabelo secar naturalmente. Além disso, não escove o cabelo com muita frequência e não amarre o cabelo com muita força, pois isso pode causar queda.

 

Para entender o seu caso e a melhor forma de tratamento, faça uma avaliação online ou marque uma consulta, estamos prontos para lhe atender. Temos consultórios em Goiânia e Brasília.

TOP